Universidade sem salas de aulas, esse é o Projeto Minerva que combina ferramentas tecnológicas, vivência internacional e uma didática totalmente inovadora que revolucionará o conceito de universidade.

A universidade sem aulas, usa uma didática totalmente nova para “substituir” a universidade tradicional. As universidades atuais são, é claro, muito mais do que salas de aula. Muitas têm times esportivos, associações de alunos, bibliotecas, laboratórios, festas e ativismo político. O Projeto Minerva é a primeira universidade de elite fundada nos Estados Unidos em mais de cem anos, é um programa de ensino de quatro anos.

Já estão aprovados para entrar em funcionamento cursos os de artes e humanidades, ciências sociais, ciências naturais e ciência da computação. A área de negócios ainda aguarda aprovação.

Seminário à distância  - Haverá uma série de seminários interativos realizados por meio de um sistema de videoconferência via internet. Em cada seminário, serão reunidos no máximo 20 alunos. A ideia é que cada aluno deve aprender os conceitos básicos por sua própria conta, seguindo cursos online.

projeto minerva

Vivência internacional – Os primeiros alunos iniciarão em setembro. A universidade já tem até uma residência de estudantes em São Francisco.

Depois de um ano na Califórnia, os estudantes serão divididos em dois grupos. Uma turma vai para Berlim e outra para Buenos Aires. Nos anos seguintes, vão viver em Hong Kong, Londres, Nova York e Bombaim.

Esses universitários não terão times esportivos e nem atividades culturais num campus. “Mas vão viver nas cidades mais grandiosas do planeta”. A ideia é que aproveitem o que cada cidade oferece para recreação e aprendizado.

Projeto Minerva aceita qualquer estudante que atenda a seus requisitos. Além de ter inglês fluente, é preciso ter sido excelente aluno no segundo grau para encarar o processo seletivo.

Veja as novidades do mercado. O Radar Executivo leva a tecnologia pra sua empresa.