As redes sociais são utilizadas pelos brasileiros com muito mais frequência do que se imagina. Hoje é comum perceber muitas pessoas conectadas em locais públicos.

As redes sociais caíram no gosto dos brasileiros faz tempo e o  Brasil é um dos países que passa mais tempo conectados. Em 2013, o país conquistou a segunda colocação no ranking de uso do Facebook, desbancando a Índia, mesmo com um número menor de usuários: em torno de 47 milhões de pessoas comunicam-se na plataforma diariamente.

Os usuários do Brasil também só ficam abaixo dos Estados Unidos no Twitter desde 2012. E, em julho deste ano, o Youtube em seu comunicado, revelou que os brasileiros formam o segundo mercado consumidor de vídeos na internet.

redes sociais

A paixão pelas redes sociais tem tem uma consequência não muito interessante, pois, pode se tornar um peso para as empresas. Pesquisa elaborada pelo Desenvolvimento e Envolvimento Estratégico de Pessoas e Clientes (Deep) em 2014 mostrou que, em média, os colaboradores de uma empresa gastam até 1 hora e 16 minutos por dia no acesso às redes sociais. Considerando 8 horas diárias, seria como se o profissional deixasse de trabalhar por três dias a por mês. Outro dado certifica essa paixão: relatório do instituto Nielsen aponta que 22% do tempo gasto na internet corresponde a utilização redes sociais.

Esses números por si só revelam o potencial do país em mercado e janelas relacionadas à internet e redes sociais. E ainda há tendência de desenvolvimento devido ao aumento na venda de tablets e smartphones no país. De acordo com dados do Instituto IDC Brasil. Em 2013, foram comercializados no Brasil 8,4milhões de tablets – crescimento de 157% na comparação com 2012. Os smartphones bateram o recorde de vendas em 2013, com 35,6 milhões de aparelhos vendidos, registrando aumento de vendas de 123% frente ao ano anterior.

Com informações: Central Press