Vender, comprar e as despesas da empresa devem ser monitoradas e avaliadas com frequência. A longevidade de um negócio depende de controle financeiro.

Dicas para o controle financeiro que acaba ajudando no controle contábil do negócio:

 

fluxo-de-caixa

1) Faça controle dos registros mínimos sobre as operações, isso te ajudará a ver o fluxo das coisas:

  • Sobre as vendas à vista ou a prazo;
  • Separe as compras por grupos e departamentos;
  • Determine despesas com pessoal de vendas e administrativo;
  • Despesas indiretas;
  • Desencaixes com impostos e encargos, lembre-se sempre dos impostos;
  • Pagamentos e recebimentos, esse é o mais básico de todos, mas DEVE ser sempre monitorado.

2) Agregue todas os dados que facilitem a realização de um planejamento financeiro.

Acredite, essa simples atitude  irá auxiliar e muito sua visão de negócio.
3) Reúna as informações sobre as vendas em forma de categorias, por grupos ou departamentos e por loja:

  • Relacione mercadorias, com quanto e quando comprá-las;
  • faça um calendário de promoções e campanhas;  Assim você já poderá visualizar o valor a ser separado para cada ação.
  • Você sabe quais são as temporadas de baixas e preparação para investimentos nas altas; Anote!
  • Estipule cotas de compras; Como o que mais se vende.
  • Identificação das particularidades de cada ponto de venda;
  • Análise e identificação em gráficos, do desempenho das vendas;

4) Apresente ao pessoal da empresa e demonstre o seguinte:

Para o fechamento do balanço de verificação, de preferência que se faça todo mês, deve ser realizado o seguinte cálculo sintático:

  • (+) Vendas à vista
  • (+) Vendas à prazo
  • (=) Total de vendas
  • (-) Custo das mercadorias
  • (-) Impostos diretos
  • (-) Comissões + DSR + Encargos
  • (-) Outros custos diretos
  • (=) Lucro bruto ou margem
  • (-) Despesas indiretas ou custos fixos
  • (=) Resultado Operacional

5) Solicite uma análise com o contador os balancetes mensais.

O contador é um profissional que pode auxiliar muito a gerencia, através de suas análises e ponto de vista, é um profissional que conhece o mercado e entende melhor algumas dinâmicas do mercado.
6) Administre suas compras e estoques por departamentos ou grupos.

Ao administrar as compras por departamentos, você começará a perceber se o fluxo pode ser potencializado, se ocorre o desperdício e assim melhorar o controle financeiro.

7) Trabalhe com estoque mínimo para diminuir a necessidade de capital de giro.

Através deste controle financeiro, você conseguirá investir no segmento que melhor tem retorno. Fora que em momentos de crise, um estoque muito alto é igual a dinheiro parado.

 

As Soluções WK para a Gestão Financeira das empresas integram processos de controle financeiro, Vendas, Cobranças, Recebimentos, Orçamentos, Compras, Pagamentos, Bancos, Conciliações, Gestão por Centro de Resultados e Fluxo de Caixa, para empresas de todos os portes e segmentos.